news-20131214-2Comitê Gestor do projeto REDD+ para o Escudo das Guianas, realizou no Ceta Ecotel, a segunda reunião sobre gestão florestal dentro do contexto de REDD+. O encontro iniciou na terça-feira, 10, e encerrou nesta quarta-feira, 11.

Comitê Gestor do projeto REDD+ para o Escudo das Guianas, realizou no Ceta Ecotel, a segunda reunião sobre gestão florestal dentro do contexto de REDD+. O encontro iniciou na terça-feira, 10, e encerrou nesta quarta-feira, 11.

Membros do Comitê Gestor do Projeto REDD+ para o Escudo das Guianas participam pela segunda vez de reunião em MacapáO projeto REDD+ é financiado pelo Fundo Regional Europeu de Desenvolvimento (FEDER), pelo Fundo Francês Global para o Meio Ambiente (FFEN) e o Governo da Guiana Francesa (Région Guyane). A proposta visa o desenvolvimento de uma plataforma regional técnica de REDD+ entre os serviços florestais do Suriname, Guiana, Amapá e Guiana Francesa.

 

No primeiro dia do evento, foi discutido o fortalecimento dos processos de tomada de decisão nos países/Estados envolvidos. No segundo dia, o foco das discussões vai ser o trabalho atualmente desenvolvido pelo projeto REDD+ para o Escudo das Guianas e os planos para o futuro.

Durante o encontro, todos os membros do Comitê Gestor compartilharam seus trabalhos e experiências sobre o monitoramento da cobertura florestal, análise das causas de desmatamento e modelagem do uso da terra, além das apresentações com os seguintes temas: Conferência da Convenção ONU sobre Mudança do Clima (COP19), em Varsóvia, com foco nos avanços nas negociações de REDD+; Sistemas de Monitoramento Florestal e de Medição de Estoques de Carbono; ferramenta para prever desmatamento futuro, linha de base para emissões e planejamento do uso do solo; Serviços Ambientais e o Estado do Amapá; Histórico da Quantificação do Desmatamento no Estado do Amapá e busca de novas tecnologias.

Secretário de Estado do Meio Ambiente, Grayton Toledo, fala da política ambiental do Governo do AmapáSegundo o secretário de Estado do Meio Ambiente, Grayton Toledo, a reunião tem o objetivo de trabalhar uma cooperação técnica entre os países (Suriname, Guiana) e os Estados (Guiana Francesa e Amapá), envolvendo intercâmbio de experiências entre técnicos e gestores, buscando aperfeiçoamento das plataformas,/sistemas de monitoramento do desmatamento, qualificação desse desmatamento e identificação dos principais vetores que estão contribuindo para esse desmatamento.

"Nessa segunda reunião do Projeto, estamos trocando informações, indicando os avanços e preparando a agenda/planejamento para o próximo ano", concluiu Toledo.

Escudo das Guianas

O Escudo das Guianas é um dos maiores blocos de floresta tropical primária do planeta e encontra-se numa região com altíssima biodiversidade. Com cerca de 90% da floresta tropical ainda intacta, tem um papel primordial para a mitigação das mudanças climáticas e no regulamento das bacias hidrográficas dos Rios Amazonas e Orinoco. Os países do Escudo das Guianas pertencem à mesma região ecológica e partilham uma responsabilidade comum, relacionada ao meio ambiente.

Representante do IEF, Lana Oliveira, do trabalho desenvolvido no AmapáO projeto "REDD+ para o Escudo das Guianas" foi iniciado, primeiramente pela Guiana, Suriname e a França (Guiana Francesa), tendo o Estado de Amapá se integrado pouco tempo depois. O projeto dispõe de um instrumento para calcular o impacto de possíveis políticas e medidas em termos da evolução da cobertura florestal e em termos de desenvolvimento socioeconômico.

O Projeto REDD+

O Projeto tem como objetivo aumentar o capital ambiental do Escudo das Guianas. A expectativa é que, baseado nos resultados apresentados, os países/Estados conseguirão estabelecer medidas e políticas sólidas e cientificamente fundadas, para combater o desmatamento e a degradação da floresta, dentro da estrutura do mecanismo REDD+.

Source: http://ief.ap.gov.br/conteudo/lista_noticias/390